América MG

Coelhão na Estrada apresenta Ponta Grossa, cidade com grande diversidade turística

Neste sábado, o América enfrentará o Operário-PR, no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR), às 16h30 (Foto: Arte / América)

O América retorna a Ponta Grossa (PR), dessa vez pelo Campeonato Brasileiro Série B, e o Coelhão na Estrada apresenta um pouco sobre a história da cidade e suas diversas atrações turísticas.

O nome da cidade advém da geografia do local. Ponta grossa pode ser considerada como uma colina de grande diâmetro coberta por um capão de mato. Esse território podia ser avistado de longas distâncias fazendo com que as pessoas se referissem sempre usando o nome Ponta Grossa.

Atualmente, o município possui cerca de 351 mil habitantes, sendo o quarto mais populoso do estado do Paraná. A cidade também é uma das mais procuradas pelos turistas, principalmente considerando seus atrativos naturais.

Para praticar esportes náuticos, o local mais indicado é a represa dos Alagados, que fica a aproximadamente 12km da cidade, o acesso é fácil por meio de estradas pavimentadas e de terra.

Mas nem só de turismo natural vive Ponta Grossa (PR), a cidade também conta com uma farta bagagem cultural que pode ser observada nas antigas estações de trem que foram transformadas em exposições. As principais são: Casa da Memória do Paraná, Estação Arte e Estação Saudade.

Para os religiosos que estão passeando pela cidade, uma boa opção é conhecer a Igreja do Rosário e a Capela de Santa Bárbara do Pitangui, essa tombada como patrimônio cultural do estado.

O Operário

Fundado em 1º de maio de 1912, o Operário Ferroviário Esporte Clube é o segundo clube mais antigo do estado do Paraná.

Os principais títulos da equipe são o Campeonato Brasileiro Série C, em 2018, uma Série D, em 2017, e um Campeonato Paranaense, em 2015.