Dois meses com Lisca: Técnico americano analisa início de trabalho no Clube

  • Estevão Germano
  • 30/03/2020 13:00
Desde o fim de janeiro no Coelho, Lisca completa dois meses com bons números e boas perspectivas (Foto: Estevão Germano / América)

Nesta segunda-feira, o técnico Lisca completa dois meses no comando do América. Contratado no dia 30 de janeiro, o comandante americano liderou o time na maior parte do Campeonato Mineiro e na Copa do Brasil. Após 9 jogos disputados, Lisca segue invicto à frente da equipe com 5 vitórias e 4 empates; 12 gols a favor e 5 gols contra.

Com o calendário do futebol paralisado por conta da pandemia do Covid-19, Lisca também vem permanecendo em casa, assim como os atletas do Coelho. De lá, o técnico concedeu uma entrevista analisando o início da trajetória no Clube, a campanha de líder no Campeonato Mineiro, as expectativas para a sequência da Copa do Brasil e as experiências vivenciadas até aqui com a nação americana.

“São dois meses bem legais, um período também de adaptação e conhecimento do método de trabalho que já era desenvolvido pelos profissionais do Clube. Aproveito para agradecer novamente ao presidente Marcus Salum, a todo o Conselho de Administração, ao Paulo Assis, ao Paulo Bracks e a todos os funcionários pela recepção e pela maneira como estamos encarando o trabalho. São meses bem felizes e parece que já estou há um bom tempo por toda essa integração”, comentou Lisca.

Sobre a invencibilidade americana na temporada, que já chega a 12 jogos (9 sob seu comando), Lisca valorizou a sequência, mas destacou o bom ambiente de trabalho como principal fator para o bom momento do time.

“Os resultados são bem importantes, sabemos disso no futebol. Então ficamos felizes por darmos essa sequência legal, com essa invencibilidade que é expressiva. É algo relevante para o Clube, mas o mais importante é o ambiente sadio que construímos no dia a dia, saudável e com muito trabalho”.

Lisca também comentou sobre como vem sendo esse período de paralisação das atividades.

“Está sendo difícil este período de "abstinência", até pelo início bem legal no Clube, com motivação, paixão e vontade de trabalhar. Encontrei no América um grupo de jogadores com fome de vencer, crescer e mostrar trabalho com amor pelo que fazem. Sentimos falta do dia a dia de trabalho, claro, mas sabemos que é um por um bem maior esta paralisação. O América prontamente aderiu às orientações para priorizarmos a saúde de todos. É um sacrifício que fazemos agora para depois voltarmos com tudo e podermos estar juntos novamente”.

RECADO PARA A NAÇÃO AMERICANA

O comandante do Coelho também aproveitou para deixar uma mensagem à torcida do América. Grato pela boa receptividade junto ao torcedor e ao Clube, Lisca destacou que, assim que for possível a retomada dos trabalhos, o time voltará com muita fome de vencer na sequência da temporada.

“Quero deixar minha mensagem de agradecimento ao torcedor do América por este primeiro momento, pela recepção e apoio. O ambiente também está legal entre nosso time e torcida. É importante essa confiança de saberem que quem estiver em campo estará batalhando, buscando o melhor pelo Clube com uma vontade muito grande das coisas acontecerem neste ano. Queremos voltar para a Série A, quem sabe também conquistar um título do Mineiro e avançar ao máximo na Copa do Brasil”.

Lisca também comentou sobre o ato protagonizado em jogos na Arena Independência após as vitórias do América, quando todo o elenco se junta para caminhar em direção à torcida e reverenciá-la pelo incentivo durante a partida.

“Sempre que tivermos sucesso, vamos procurar compartilhar com nosso torcedor, agradecer pela presença e mostrar como estamos felizes por representar o América, vencendo e dando mais um passo. É uma maneira de congratular com os torcedores, estarmos juntos, mostrar que eles são importantes e que valorizamos sua presença e reconhecimento”.

Por fim, Lisca falou da urgência que o momento exige de sacrifício em prol da prevenção ao vírus Covid-19, desejando que em breve todos possam vivenciar o América em campo novamente.

“Neste momento, pedimos que todos fiquem em casa e, se Deus quiser, estaremos juntos o mais rápido que for possível e vivendo várias emoções positivas. Tenho certeza que todos nós voltaremos diferentes após esta paralisação, valorizando bem mais as pequenas situações e valorizando mais ainda o nosso Clube. Portanto, fiquem em casa e, em breve, todos estaremos no Independência, com cada um podendo levar seus familiares e amigos para vivermos o América”, finalizou.

Confira a íntegra da entrevista com o técnico Lisca: