Pelo acesso, Coelhinhas enfrentam o Grêmio nas quartas do Brasileiro A-2

  • Marina Almeida
  • 11/07/2019 09:45
Primeira partida será nesta sexta-feira, no Sesc Venda Nova, às 20h30 (Foto: Marina Almeida / América)

Após uma intensa intertemporada de treinos, amistosos e estudo do adversário, chegou a hora de entrar em campo pela vaga na elite do futebol feminino brasileiro. Nesta sexta-feira, as Coelhinhas encaram o Grêmio-RS no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Brasileiro A-2. A partida será realizada no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte (MG), às 20h30.

A trajetória até aqui é marcada por feitos inéditos, desde a classificação para as oitavas de final até o sonho do acesso que está mais vivo do que nunca. Na fase anterior, as meninas conquistaram ótimos resultados diante do Bahia Lusaca-BA, com a vitória em casa, por 2 a 1, e fora por 2 a 0. O Grêmio-RS, equipe adversária, também venceu os dois jogos, um deles com uma goleada de 5 a 0 perante o Fluminense-RJ.

Integrando a equipe desde 2016, a lateral-esquerda Dani Peré é a atleta mais antiga do futebol feminino do América. Para ela esse momento é o ponto alto de sua carreira no Clube.

Particularmente, como atleta mais antiga do Clube, é um marco e com certeza o melhor momento da minha carreira estar aqui disputando esse acesso e tenho certeza que se colocarmos, tudo o que trabalhamos durante a competição vamos conseguir essa conquista. Não será fácil, mas estamos muito confiantes. Fico extremamente feliz por estar participando desse momento do América e na minha cidade, disputando um campeonato de alto nível e tendo a real possibilidade do acesso”, ponderou a atleta.

A atleta salientou o esforço e a dedicação com que a equipe chegou até essa classificação inédita e como isso aumenta as expectativas para o próximo confronto.

“As expectativas para esse jogo são as maiores possíveis, chegamos até aqui com muito esforço. Nossa chave era difícil, tanto que hoje dos oito times que restaram, três eram do nosso grupo. Durante os jogos nós estivemos inteiramente focadas para podermos chegar até aqui. Os próximos dois jogos serão complicados, do outro lado existe uma equipe muito forte e tradicional no futebol feminino, mas nós também sabemos que do lado de cá tem um grande Clube que trabalhou sério para chegar até essa fase e que vai lutar até o último minuto para conquistar o acesso, pois é muito importante para o América e para nós atletas”, frisou Dani Peré.

A técnica Kethleen Azevedo pontuou a importância da dedicação nesse jogo e necessidade de  conseguir um bom resultado em casa para ir com a vantagem para o Rio Grande do Sul.

“O jogo de sexta-feira com certeza é o mais importante para a gente no ano. Nós nos preparamos muito para essa partida, esperamos sair com o resultado positivo. Queremos dar para a nossa torcida essa classificação inédita. As meninas estão muito concentradas, estão bem focadas no objetivo e treinaram bastante. Sabemos a dificuldade do adversário, pois é um time muito qualificado e difícil, que já vem investindo no futebol feminino há alguns anos. Espero que consigamos o resultado positivo para levarmos para o segundo jogo lá no Rio Grande do Sul”, analisou a técnica.   

Para a partida de sexta-feira, a artilheira Dilene está suspensa,  por causa do terceiro cartão amarelo na competição, e não poderá atuar, sendo assim a atacante só estará disponível para entrar em campo no jogo da volta em Gravatai (RS).


 Campeonato Brasileiro A-2:

Primeira fase – Grupo 6
27/3 – São Paulo-SP 1x0 América
14/4 – América 8x0 Vila Nova-ES – Gols: Dilene (três vezes), Keké (duas vezes), Tia, Marques e Byah.
20/4 – Botafogo-RJ 1x4 América – Gols: Dani Peré (duas vezes), Dilene e Brenda.
25/4 – Chapecoense-SC 2x1 América – Gol: Ágata
8/5 - América 3x0 Duque de Caxias-RJ - Gols: Marques (três vezes)

Oitavas de final
18/5 – América 2x1 Bahia Lusaca-BA - Gols: Dani Peré e Aninha
25/5 – Bahia Lusaca-BA 0x2 América – Gols: Lilian e Dilene

Artilheiras na temporada:
5 gols – Dilene
4 gols – Marques
3 gols – Dani Peré
2 gols – Keké
1 gol – Tia, Brenda, Byah, Ágata, Aninha e Lilian