América MG

Fora de casa, América é superado pelo Flamengo

(Foto: Mourão Panda / América)

Na noite deste sábado, o América foi superado pelo Flamengo-RJ por 3 a 0. O jogo, disputado no Macaranã, no Rio de Janeiro (RJ), era válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe americana se mantém momentaneamente na 16ª colocação, com 15 pontos.

O próximo compromisso do time americano será em casa. Nesta quinta, a equipe recebe o Botafogo-RJ, às 19h, na primeira partida das Oitavas de Final da Copa do Brasil.

O Jogo

Jogando fora de casa, o América encontrou dificuldades no ataque e faltou chances claras de gols. O Flamengo pressionava o meio de campo americano e por várias vezes foi parado por Matheus Cavichioli, que voltou a titularidade depois de um longo tempo em recuperação. Ainda assim, o goleiro não conseguiu defender o chute de Gabriel, aos 40 minutos da primeira etapa. 

Na volta do intervalo, o América começou a colocar em prática algumas chances de jogada ensaiada e oferecia mais perigo a defesa adversária. Aos 8 minutos, a equipe carioca não converteu o pênalti batido por Gabriel, porém alguns minutos depois Arrascaeta ampliou o placar para os donos da casa. A entrada do atacante Pedrinho movimentou a partida e o atacante teve duas chances claras de gols na partida. Marinho foi quem fechou o placar, já nos acréscimos da partida. 


FICHA DO JOGO

Flamengo-RJ 3×0 América

Motivo: Campeonato Brasileiro – Rodada 14

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Auxiliares: Kleber Lucio Gil (FIFA/SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

VAR: Wagner Reway (PB)

Cartão amarelo: Gomes (Flamengo); Danilo Avelar e Patric (América)

Gols: Gabriel, Arrascaeta e Marinho (Flamengo)

Flamengo-RJ

Santos; Rodinei, Gustavo Henrique, Léo Pereira, Ayrton Lucas, Gomes, Thiago Maia, Andreas Pereira, Arrascaeta, Gabriel e Pedro.

Técnico: Dorival Júnior

América

Matheus Cavichioli; Patric, Éder, Danilo Avelar e Marlon (Luan Patrick); Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho e Alê; Felipe Azevedo (Pedrinho), Everaldo (Matheusinho) e Henrique Almeida (Aloísio).

Técnico: Vagner Mancini