América MG

Pelo primeiro confronto, América empata com o Criciúma na Copa do Brasil

Coelhão retorna a campo neste domingo, diante do Corinthians-SP, às 16h, pelo Brasileirão (Foto: Mourão Panda / América)

Nesta quarta-feira, o América empatou, em 0 a 0, o primeiro confronto diante do Criciúma-SC, pela Fase 3 da Copa do Brasil. Na Arena Independência, em Belo Horizonte, o Coelho lutou até o final, controlou bem a partida e agora vai em busca da vitória no segundo duelo para conquistar a classificação para as oitavas de final da competição.

O América retorna o seu foco para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a equipe americana enfrenta o Corinthians-SP, às 16h, na Arena Independência, em Belo Horizonte.  

O jogo

A partida já iniciou com um bom ataque do Coelho que resultou na marcação de um pênalti a favor do time americano, mas a cobrança acabou indo para fora e o placar continuou 0 a 0. O América foi superior durante toda a primeira etapa e obteve maior posse de bola, além de ter as melhores chances de marcar o primeiro gol da partida. Já no final do primeiro tempo, Alê finalizou bem, mas o goleiro conseguiu defender.

Na segunda etapa, a equipe americana continuou superior, com mais finalizações e muita entrega na busca pela vitória. As melhores chances foram com Felipe Azevedo, mas o goleiro conseguiu defender a batida na bola feita pelo atacante, e com Ribamar, em um chute da entrada da área. A partida terminou 0 a 0 e o Coelho necessita da vitória na segunda partida para avançar para a próxima fase.

FICHA DO JOGO

América 0×0 Criciúma-SC

Motivo: Copa do Brasil – Rodada 3
Local: Arena Independência, Belo Horizonte
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (CBF/RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (CBF/RS) e José Eduardo Calza (CBF/RS)

Gol: não houve.
Cartões amarelos: Rodrigo e Dudu Vieira (Criciúma-SC); Zé Ricardo (América)
Cartão vermelho: não houve.

América
Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Ricardo Silva (Ramon), Eduardo Bauermann e Anderson; Zé Ricardo, Juninho (Ribamar) e Alê; Ademir (Kawê), Felipe Azevedo (Carlos Alberto) e Rodolfo (Bruno Nazário).
Técnico: Lisca

Criciúma-SC
Gustavo; Claudinho (Moacir), Rodrigo, Marcel Scalese e Helder; Dudu Vieira, Arilson e Dudu Figueiredo (Eduardo); PH (Gabriel Henrique), Fellipe Mateus e Uilliam Barros (Warley).
Técnico: Paulo Baier