América MG

América recebe visita de Observador Técnico da CBF

Guilherme Nascimento (Técnico Sub-17), Gibson Moreira (Coordenador Técnico), Djair Brito (Observador Técnico CBF), Frederico Cascardo (Diretor de Futebol de Base) e William Batista (Técnico Sub-20) (Foto: Fernando Almeida / América)

Pela segunda vez neste ano, o América recebeu no CT Lanna Drumond um representante da Confederação Brasileira de Futebol para categorias de base. No fim de fevereiro, visitou o Clube o técnico da Seleção Brasileira Sub-17, Paulo Victor. Nesta semana foi a vez de Djair Brito, Observador Técnico da CBF, que acompanhou os treinos das categorias Sub-17 e Sub-20.

“Em 2021 já é a segunda vez que a gente recebe uma pessoa da CBF para acompanhar de perto nosso trabalho. Agradecer mais uma vez a presença do Djair, Observador Técnico da CBF, oportunizando nossos atletas a observação in loco dos treinamentos, acompanhando de perto o trabalho de excelência das categorias de base. É sinal que a gente tem sido referência no trabalho de formação de atletas nas categorias de base do país”, afirmou o Diretor de Futebol de Base do Coelho, Frederico Cascardo.

Entre os atletas do Coelhão observados estiveram o meia Adyson, convocado para a Seleção Sub-15 ano passado e hoje no sub-17 do América, e o atacante Carlos Alberto, que esteve na lista da Seleção Sub-20.

“É uma oportunidade de trocar conhecimento e dar oportunidade de convocações. Fico feliz por isso e por estar conhecendo a estrutura sensacional do América. É muito gratificante tudo isso”, disse Djair Brito.

“Eu quero agradecer ao América, ao Fred por me receber tão bem aqui. É um processo que temos desde a chegada do Branco na CBF e estamos fazendo esse importante estreitamento de clube e CBF das categorias de base”, completou.

Valorização

Djair passou um dia no CT Lanna Drumond, acompanhando treinamentos, participando de encontros com dirigentes americanos e ressaltando a importância da aproximação entre a CBF e o América. Frederico Cascardo agradeceu o tempo despendido e os feedbacks detalhados do observador da CBF.

“No geral foi bastante produtivo. Os detalhes que o Djair pode observar, dando feedbacks muito interessantes com questões que podemos desenvolver e evoluir. Acreditamos que isso valoriza cada vez mais os trabalhos das categorias de base. A porta do América sempre estará aberta para receber todos aqueles que quiserem conhecer nosso trabalho. Toda vez que o Branco, que vem desenvolvendo um grande trabalho na CBF, quiser mandar alguém para acompanhar, o América vai sempre receber de braços abertos”, finalizou Cascardo.