Mesmo nas férias, Enderson Moreira participa de curso na CBF

  • Daniel Hott
  • 19/12/2017 12:55
Técnico do Coelho (no centro, de boné) ao lado de outros treinadores durante o CBF Academy (Foto: Divulgação / América)

O fim da temporada 2017, após a conquista do bicampeonato da Série B, foi o início das férias de quase todos os campeões do América. Para o técnico Enderson Moreira, no entanto, dezembro foi um mês de muito estudo e aprendizado, mesmo durante o período de descanso.

Durante dez dias, o comandante do Coelho esteve em Teresópolis (RJ), participando do curso da Licença A da CBF Academy. As aulas foram em período integral e aconteceram na Granja Comary, o centro de treinamento da seleção brasileira.

Acostumado a dar muito valor ao aspecto acadêmico do futebol, Enderson classificou o período de estudos na CBF Academy como muito positivo. Na visão do comandante americano, a interação com os demais técnicos das Séries A, B, C e D foi um ponto alto do curso.

“Foi uma ótima oportunidade para discutir vários assuntos, debater sobre a atuação dos técnicos no dia a dia e perceber o que podemos desenvolver mais. Foi uma experiência fantástica de troca de informações, para sabemos o que cada treinador está fazendo em seu clube. Foi muito proveitoso”, comenta.

“Esse período do curso da CBF é sempre muito importante. Tivemos a possibilidade de criar uma boa interação entre todos os treinadores. Foram quase todos os técnicos que estão atuando no futebol brasileiro, nas Séries A, B, C e D. Também estiveram presentes alguns auxiliares e outros analistas de desempenho”, completa comandante do Coelho.

Campeão da Série B pelo Coelho, Enderson estudou ao lado de outros treinadores do grupo de elite do futebol nacional, como Fábio Carile, do Corinthians, Jair Ventura, do Botafogo, e Roger Machado, do Palmeiras. Dentro de alguns meses, entretanto, todos estarão defendendo suas equipes durante o Brasileirão.

Apesar de serem adversários, Enderson vê com bons olhos o contato com os demais treinadores e acredita que os debates em alto nível ajudam a desenvolver o futebol brasileiro no âmbito geral.

“É claro que esse contato com os outros treinadores ajuda muito, principalmente na discussão sobre temas relacionados aos treinamentos de cada dia. Falamos muito sobre ideias e conceitos, trocamos informações sobre jogadores. Foi um momento importante, que deu integração e interação maior para os técnicos. Agora, vamos colocar em prática muita coisa que foi conversada. Espero que todos possam contribuir com o futebol brasileiro, no sentido de melhorar o jogo e organização das equipes. Isso é o que estamos buscando”, completa o treinador do Coelho.

Além de Enderson, o América também teve outro representante na CBF Academy. Ricardo Drubscky, Diretor de Futebol do Coelho, participou como professor no curso da Licença A e completou seus estudos no curso da Licença Pro.