América fatura seis prêmios no 55º Troféu Guará

  • Daniel Hott
  • 12/12/2017 21:01
Premiação coroa ano de conquista e acesso para o Coelho (Foto: Mourão Panda / América)

Bicampeão da Série B em 2017, o América foi premiado cinco vezes no 55º Troféu Guará, que teve seus vencedores divulgados nesta terça-feira. A premiação, uma das mais tradicionais no esporte mineiro, é promovida anualmente pela Rádio Itatiaia.

O primeiro prêmio do Coelho foi pelo título da Séire B de 2017. A equipe americana foi condecorada pela campanha no bicampeonato nacional, que  recolocou o Clube na divisão de elite do Brasil.

Enderson Moreira, que comandou o Coelho na campanha do título da Série B, foi eleito do Melhor Técnico, com 23 dos 33 votos. O treinador dirigiu o América em 83 ocasiões, com 32 vitórias, 26 empates e 25 derrotas. Sob seu comando, o Coelho balançou as redes em 81 oportunidades e sofreu 78 gols.

“Quero agradecer muito a todos que votaram em mim. Estão, na verdade, votando no trabalho do América, que foi vencedor e muito qualificado. Estou muito feliz por ter conquistado esse título, muito orgulhoso. Quero agradecer a todos, à direção, aos jogadores, à comissão técnica. É uma conquista de todo o América”, comenta Enderson, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Alencar da Silveira Jr., Presidente do Conselho de Administração do América, foi eleito o Melhor Dirigente do ano com 18 dos 33 votos. Alencar, que deixará o comando do Coelho no fim deste ano, fecha seu mandato com dois acessos à Série A do Brasileirão, um título Mineiro e um título da Série B.

“Agradeço a todos pelo reconhecimento do trabalho. O Troféu Guará representa muito em minha vida. Tenho certeza de que meu Pai, lá em cima, está rindo demais. Divido com todos os funcionários do América, toda a direção e os membros do Conselho de Administração. Agradeço a todos que, como eu, acreditaram em um América capaz de conquistar a Série B deste ano”, afirma Alencar, em entrevista à Rádio Itatiaia.

A dupla de zaga foi 100% americana. O capitão e autor do gol do título da Série B, Rafael Lima, foi eleito com 14 votos. Ao seu lado está Messias, revelação da base do Coelho, que teve 20 votos.

“Estou grato por esse reconhecimento. Agradeço a todos que votaram em mim e acreditaram em minha capacidade. Mas esse troféu individual só foi possível porque todo o grupo contribuiu”, comenta o capitão Rafael Lima.

“Ficou muito feliz por receber um prêmio tão importante no futebol. Agradeço à minha família, aos meus companheiros, à comissão técnica e a todos os funcionários do América, que contribuíram para isso. Agora, vou continuar batalhando e trabalhando forte para conquistar grandes objetivos pelo América”, afirma Messias.

O Melhor Preparador Físico de Minas Gerais também é do Coelho. Edy Carlos foi eleito com 12 votos, e fez questão de dividir os méritos com toda a equipe da comissão técnica.

“É com grande alegria e imenso orgulho que recebo esse prêmio. Para mim é uma felicidade imensa, por ter o trabalho reconhecido e valorizado por pessoas que vivem o dia a dia do Clube. Quero estender isso a todos os membros da comissão técnica, porque ninguém consegue trabalhar sozinho. Agradeço ao Adriano, ao Gerson, ao Igor e a todos os fisioterapeutas. O prêmio é de todos nós”, afirma Edy.

Confira a premiação completa:

Dirigente do Ano:
Alencar da Silveira Júnior (América) – 18 votos

Jogador Revelação:
Murilo (zagueiro – Cruzeiro) – 20 votos

Melhor Juiz do Ano:
Igor Júnio Benevenuto – 21 votos

Craque do Ano:
Thiago Neves (meia – Cruzeiro) – 30 votos

Técnico do Ano:
Enderson Moreira (América) – 23 votos

Preparador Físico do Ano:
Edy Carlos (América) – 12 votos

Goleiro:
Fábio (Cruzeiro) – 25 votos

Lateral-direito:
Marcos Rocha (Atlético) – 24 votos

Zagueiros:
Rafael Lima (América) – 14 votos
Messias (América) – 20 votos

Lateral-esquerdo:
Diogo Barbosa (Cruzeiro) – 20 votos

Volantes:
Henrique (Cruzeiro) – 28 votos
Hudson (Cruzeiro) – 24 votos

Meias:
Thiago Neves (Cruzeiro) – 30 votos
Otero (Atlético) – 25 votos

Atacantes:
Fred (Atlético) – 32 votos
Arrascaeta (Cruzeiro) – 15 votos

Troféu Guará por Títulos e Artilharia

América (campeão Brasileiro Série B)
Cruzeiro (campeão Brasileiro – Sub-20)
Cruzeiro (campeão da Supercopa Sub-20)
Cruzeiro (campeão da Copa do Brasil)
Atlético (campeão Mineiro)
Atlético (campeão Mineiro Júnior – Sub-20)
Atlético (campeão Copa do Brasil – Sub-20)
Fred do Atlético (artilheiro da temporada) - 30 gols

Guará Especial
Eduardo Maluf